Não há como deixar de ver as provas dos crimes, diz Otto Alencar sobre relatório

Otto Alencar ainda criticou a postura do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante o combate à pandemia

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Os senadores da CPI da Pandemia votaram, nesta terça-feira (26), no relatório final da comissão, que foi aprovado por 7 votos a 4. Após a sessão, o senador Otto Alencar (PSB-BA) afirmou que votou com convicção pela aprovação do documento, já que, para ele, não haveria como deixar de ver as provas dos crimes cometidos pelas autoridades durante o combate da Covid-19 no país.

“Há provas irrefutáveis e robustas que precisam ser apreciadas de forma correta pela Procuradoria-Geral da República. Não há como não encontrar no relatório as provas para mostrar crime de responsabilidade, de prevaricação, de peculato por agentes públicos do Ministério da Saúde. O meu voto foi com muita convicção para a aprovação do relatório”, afirmou o senador.

Otto Alencar ainda criticou a postura do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante o combate à pandemia. Segundo ele, Bolsonaro deveria se orientar pela razão, pela ciência e pelo humanismo.

“No momento em que ainda estamos tendo a pandemia, o presidente da República deveria se orientar pela razão, pela ciência e pelo humanismo. E não houve um gesto do presidente nesse sentido”, completou Alencar.

(Publicado por Evandro Furoni)

Mais Recentes da CNN