Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Organizadores do ato de Bolsonaro esperam representantes de partidos da base de Lula

    A previsão de participantes com base nas confirmações tem dez partidos políticos, entre eles o PSD, MDB e União Brasil

    O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) convocou um ato para o domingo (25)
    O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) convocou um ato para o domingo (25) 18/08/2023REUTERS/Ueslei Marcelino

    Pedro DuranPedro Venceslauda CNN

    São Paulo

    Os organizadores do ato em defesa a Jair Bolsonaro preveem a presença de representantes de dez partidos políticos no trio elétrico que vai receber o ex-presidente. A lista revela o cenário de polarização e fragmentação política, trazendo nomes de três partidos que integram a base do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT): PSD, União Brasil e MDB.

    Na listagem obtida pela CNN, há dez nomes do União Brasil, partido dos ministros Celso Sabino, do Turismo, e Juscelino Filho, das Comunicações. O partido tem 59 deputados na Câmara Federal e já tinha tido dissidências contra Lula em votações como a da Reforma Tributária.

    Entre os nomes confirmados aparecem os deputados Alfredo Gaspar (AL), Nicoletti (RR), Rodrigo Valadares (SE) e Zacharias Calil (GO).

    Mas há outros nomes de maior peso, como o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, e o senador pelo Acre, Márcio Bittar.

    Do PSD de Gilberto Kassab, que comanda os ministérios da Pesca, Agricultura e Minas e Energia, confirmaram presença os deputados Reinhold Júnior, do Paraná, e Sargento Fahur, do Paraná.

    Também são esperados representantes do MDB, que controla os ministérios do Planejamento, Cidades e Transportes.

    A lista de confirmados traz cinco deputados federais do partido, além do prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, que, como mostrou a CNN, foi convencido a ir ao ato pelo governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), mas não deve discursar.

    O presidente do Republicanos, Marcos Pereira, tem participado de eventos e viagens ao lado de Lula. O partido comanda Portos e Aeroportos com Silvio Costa. Representantes do partido, no entanto, devem marcar presença na manifestação. Além do governador de São Paulo, devem subir ao trio dois senadores e um deputado federal.

    O partido não integra oficialmente a base do governo. Mesmo caso do Progressistas, que também controla um ministério, o de Esportes, com André Fufuca. São esperados dez deputados federais, a vice governadora do DF, Celina Leão, e três senadores.

    Ainda, segundo a listagem obtida pela CNN, participarão do ato políticos do Partido Novo, PSDB, Podemos, PL e PRD.