PF instaura inquérito para apurar suposto pedido de propina de Roberto Dias

A PF vai apurar se o ex-diretor de logística do Ministério da Saúde pediu propina ao cabo Luiz Paulo Dominghetti

Renata Agostinida CNN

Ouvir notícia

 A Polícia Federal abriu investigação sobre o suposto pedido de propina feito pelo ex-diretor de logística do Ministério da Saúde, Roberto Dias, durante negociação para a compra de vacinas.

O inquérito foi instaurado na semana passada após pedido protocolado pelo deputado Léo de Brito (PT-AC), e a apuração está em fase inicial, segundo integrantes da PF informaram à CNN.

Também na semana passada a Procuradoria da República no Distrito Federal abriu inquérito civil sobre o caso. O Ministério Público Federal iniciou investigação após o líder da minoria na Câmara, Marcelo Freixo (PSB-RJ), e o líder da oposição, Alessandro Molon (PSB-RJ), enviarem uma representação.

A PF vai apurar se Roberto Dias pediu propina ao cabo Luiz Paulo Dominghetti, que representava a Davati e tentava vender doses da vacina Astrazeneca. O caso foi revelado pela Folha de S.Paulo. Dominghetti reafirmou à CPI da Pandemia que Dias cobrou propina de US$ 1 a dose. Dias nega.

Trata-se do terceiro inquérito em curso na PF sobre suspeitas de irregularidades na Saúde que estão na mira da CPI da Pandemia. A Polícia Federal investiga as supostas irregularidades no contrato para a compra da Covaxin e ainda se o presidente Jair Bolsonaro cometeu crime de prevaricação ao receber relato do deputado Luís Miranda sobre problemas na aquisição da vacina.

Em nota enviada à CNN, Roberto Dias afirmou que: “A abertura de inquérito pela Polícia Federal para investigar suposto pedido de propina é a via mais segura para apurar o caso, utilizando-se dos mecanismos adequados para elucidar os fatos e acabar com as falácias, de acordo com as provas a serem periciadas e oitivas necessárias. Por meio de uma instituição séria, revestida dos melhores mecanismos para investigar, analisando provas e cruzando informações, conseguirei desmascarar o Sr. Luís Dominguetti”.

Roberto Dias na CPI da Pandemia
Roberto Dias na CPI da Pandemia
Foto: Gabriela Biló/Estadão Conteúdo

Mais Recentes da CNN