Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Planalto convoca ministros de partidos aliados e pede ajuda na aprovação de projetos

    Jantar aconteceu na última quinta-feira (28) e foi convocado pelo ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha

    Ministros que participaram do jantar afirmam à CNN que Padilha fez, na prática, um apelo direcionado aos dois ministros dos partidos recém-chegados ao governo: André Fufuca (PP) e Silvio Costa Filho (Republicanos)
    Ministros que participaram do jantar afirmam à CNN que Padilha fez, na prática, um apelo direcionado aos dois ministros dos partidos recém-chegados ao governo: André Fufuca (PP) e Silvio Costa Filho (Republicanos) André Violatti/Ato Press/Estadão Conteúdo

    Renata AgostiniThais ArbexGustavo Uribeda CNN

    em Brasília

    Os principais auxiliares do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Palácio do Planalto se reuniram na semana passada com ministros indicados por partidos aliados e cobraram empenho das bancadas no Congresso na aprovação de projetos considerados prioritários para o governo.

    O jantar aconteceu na última quinta-feira (28) e foi convocado pelo ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha. O encontro ocorreu poucas semanas após ter sido oficializada a entrada de PP e Republicanos na Esplanada dos Ministérios.

    À mesa, os ministros que foram indicados por partidos ou por bancadas parlamentares. No cardápio da conversa, a organização da base. A ideia era cobrar os ministros a atuarem de forma mais próxima, acompanhando o movimento de suas bancadas e pedindo votos em projetos prioritários.

    Padilha apresentou um discurso de “unificação”, segundo um dos presentes. De acordo com relatos, o chefe da articulação política do governo apresentou o que chamou de “pauta prioritária”, com destaque para projetos da área econômica.

    Ministros que participaram do jantar afirmam à CNN que Padilha fez, na prática, um apelo direcionado aos dois ministros dos partidos recém-chegados ao governo: André Fufuca (PP) e Silvio Costa Filho (Republicanos).

    Embora tenha havido descontração durante o encontro – regado a camarão de entrada e cordeiro no prato principal – ministros que estão na Esplanada desde o início do governo entenderam que o chamado de Padilha teve como objetivo “integrar” os novatos e falar mais diretamente sobre fidelidade dessas bancadas.

    O jantar ocorreu num momento em que a oposição está investindo na obstrução dos trabalhos e o governo quer avançar em projetos para aumentar a arrecadação.

    Após o encontro, os ministros decidiram criar um grupo no WhatsApp para facilitar a comunicação e o monitoramento dos projetos no Congresso.

    Veja também – Bancadas do PT se mantêm em silêncio em ofensiva contra STF; governo teme retaliação