Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    COP27

    Presença de Lula na COP27 significa reestabelecer credibilidade do Brasil, diz governador do Pará

    À CNN, Helder Barbalho destaca importância de financiamento internacional para zerar emissões de gases até 2050

    Da CNN

    O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), afirmou nesta segunda-feira (14) que a presença do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na COP27 significa reestabelecer a credibilidade do Brasil na agenda da preservação ambiental e do clima.

    “É inserir positivamente o Brasil em um patamar estratégico de protagonista, restabelecer a credibilidade do Brasil para esta discussão”, disse Barbalho à CNN.

    Reeleito em outubro, o emedebista apoiou Lula no segundo turno da eleição para presidente. Ele integra o Consórcio Amazônia Legal, formado por governadores da região amazônica, e compõe a comitiva do grupo na COP27, no Egito.

    Segundo Barbalho, Lula deve utilizar a sua imagem internacional para negociar financiamentos de países ricos pela preservação das florestas brasileiras.

    “Nós esperamos que o presidente Lula possa fazer uma convocação: por um lado, demonstrando que o Brasil cumprirá com suas metas e responsabilidades ambientais, mas fazer um chamamento ao planeta de que nós precisamos ter as compensações devidas. Garantir uma alternativa de desenvolvimento sustentável e social que possa garantir floresta viva, mas, ao mesmo tempo, possa ter gente sendo assistida, sendo cuidada”, afirmou o governador.

    O governador pontuou, ainda, que a meta do Consórcio é zerar as emissões de gases de efeito estufa até 2050.

    “Desejamos assumir compromissos combatendo ilegalidades. Assumir compromisso com a redução das emissões até zerarmos todas as emissões de CO2 até 2050. Mas desejamos a compensação financeira para que o mundo possa assegurar que esse modelo de desenvolvimento sustentável possa acontecer na Amazônia”, destacou o governador.

    *Publicado por Daniel Reis