PSD está preparado para ter candidatura própria, diz Kassab

Rodrigo Pacheco, presidente do Senado Federal, desistiu de sua pré-candidatura pelo partido; sigla ainda cogitou lançar Eduardo Leite, que optou pela permanência no PSDB

Douglas PortoLayane Serranoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O presidente do Partido Social Democrático (PSD)Gilberto Kassab, disse nesta segunda-feira (4), em entrevista à CNN, que a legenda está preparada para ter uma candidatura própria à Presidência da República.

“O PSD, hoje, está preparado para ter uma candidatura própria. Um partido que tem no Sul do país, no estado do Paraná, um candidato a governador, como o Ratinho [Júnior], um governador muito bem avaliado. No Sudeste, todos os estados com candidatos a governador. Em São Paulo, o prefeito de São José dos Campos, uma das cidades mais bem avaliadas do país e com melhor qualidade de vida o Felício [Ramuth]. No Espírito Santo, Guerino Zanon, prefeito reeleito cinco vezes no município de Linhares, que coloca seu nome para ser governador”, afirmou Kassab.

“No Rio de Janeiro Eduardo Paes, uma das mais brilhantes revelações da sua geração na vida pública, apoiando o presidente da OAB [Ordem dos Advogados do Brasil] até então, o Felipe Santa Cruz. Em Minas Gerais o [Alexandre] Kalil. As pessoas falam: ‘o PSD só tem força no Sul e no Sudeste’. Mas como? No Nordeste nós temos o Otto Alencar na Bahia, nós tem um candidato a governador [Fábio] Mitidieri em Sergipe, o Rui Palmeira em Alagoas, o Edvaldo Júnior no Maranhão, o Marquinhos Trad no Mato Grosso do Sul”, continuou.

A declaração acontece após o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), desistir de sua pré-candidatura ao Palácio do Planalto. Na ocasião em que anunciou a desistência, em 9 de março, Pacheco indicou que “nesse cenário tenho que me dedicar a conduzir o Senado para a tão desejada recuperação e reconstrução desse país”.

O partido ainda cogitou lançar o ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite. Em fala à CNN no dia 11 de março, Kassab alegou que a prioridade do partido seria sua candidatura. Entretanto, em 28 de março, Leite confirmou que iria continuar no Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

“Portanto, o PSD está preparado para ter um candidato. Agora nós vamos, com muita calma, escolher, porque não temos pressa. O candidato já deverá estar filiado no partido e nas próximas semanas estamos já finalizando um processo que não se iniciou. Vai ser iniciado nos próximos dias da mesma maneira que foi feito nas duas oportunidades anteriores”, finalizou o presidente da sigla.

CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Veja os possíveis candidatos à Presidência da República em 2022

Mais Recentes da CNN