PSDB retoma votações de filiados nas prévias presidenciais

Escolha de quem será o candidato do partido à Presidência da República em 2022 deve ter processo encerrado neste sábado

Giovanna Galvanida CNN*

em São Paulo

Ouvir notícia

O PSDB retomou neste sábado (27) as votações das prévias que visam determinar qual será o candidato da legenda que concorrerá à Presidência da República nas eleições 2022.

Os filiados ao partido poderão escolher entre Arthur Virgílio, ex-prefeito de Manaus, Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, ou João Doria, governador de São Paulo, das 8h às 17h deste sábado em um portal designado para as votações.

Segundo o presidente do partido, Bruno Araújo, o resultado deve sair até as 18 horas.

A nova rodada das prévias ocorre quase uma semana após o dia originalmente destinado. Isso porque o aplicativo escolhido pelo partido apresentou erros no último domingo (21) nas primeiras horas do pleito, o que impediu a participação de parte dos mais de 40 mil filiados aptos a votarem.

As investigações preliminares sobre o erro deram a entender que há suspeitas de que o aplicativo foi alvo de um “ataque hacker”. Mesmo assim, a legenda garantiu que os votos que conseguiram ser computados seriam contabilizados no processo final.

Neste sábado, as prévias são retomadas com um novo aplicativo, conforme explicou Bruno Araújo, em uma coletiva de imprensa na sexta-feira (26).

A nova empresa responsável pela sequência da votação é a BeeVoter, aprovada com a anuência dos três pré-candidatos depois de testes realizados da tarde da quinta-feira (25) até a manhã da sexta.

Nos primeiros minutos de votação neste sábado, o portal designado pela empresa para os filiados abria normalmente na web.

“Há absoluto consenso técnico e político das três candidaturas e com a decisão do presidente. Todos participaram comigo de uma decisão técnica para buscar os votos que faltam para concluir as nossas prévias”, afirmou Bruno Araújo.

“Esperamos que amanhã a tecnologia possa vencer qualquer possibilidade de ataque hacker”, acrescentou.

O regimento das prévias do PSDB prevê, porém, que haja um segundo turno no caso de o candidato com votos não atingir maioria absoluta.

“Regimentalmente, há a previsão de segundo turno, mas não foi um tema tratado com os candidatos. Mas, até aqui, o que vale é o que está combinado antes do processo eleitoral se iniciar”, afirmou o presidente do partido.

*Com informações de André Rigue e Raphael Coraccini

Mais Recentes da CNN