Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    PT de PE expulsa 11 lideranças que não apoiam pré-candidatura de Danilo Cabral

    Entre os afastados estão a vereadora Fany das Manas, de Garanhuns, e o prefeito de Orocó, George Cavalcante

    Danilo Cabral é o pré-candidato do PSB ao governo de Pernambuco
    Danilo Cabral é o pré-candidato do PSB ao governo de Pernambuco Foto: Wesley D'Almeida/PSB

    Daniel ReisDanilo Moliternoda CNN

    Em São Paulo

    Ouvir notícia

    O PT de Pernambuco formalizou, nesta terça-feira (5), a expulsão de 11 lideranças políticas que não apoiam a pré-candidatura de Danilo Cabral (PSB) ao governo do estado.

    Entre os afastados estão a vereadora Fany das Manas, de Garanhuns, e o prefeito de Orocó, George Cavalcante. Fany apoia a pré-candidatura da deputada federal Marília Arraes (Solidariedade), que deixou o PT para disputar o pleito e lidera as pesquisas de intenção de voto, enquanto Cavalcante quer a eleição do ex-prefeito de Petrolina Miguel Couto.

    De acordo com o deputado estadual Doriel Barros, presidente do diretório do PT-PE, a decisão se deu porque as lideranças “se desalinharam do direcionamento do partido para as majoritárias” – ou seja, o apoio a Danilo Cabral.

    Ele afirmou que as lideranças afastadas ainda estão sendo comunicadas e os nomes serão, em breve, anunciados.

    Arraes deixou a legenda, em março, para concorrer ao pleito, mas segue apoiando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na disputa nacional. O presidenciável, no entanto, tem demonstrado publicamente que quer a vitória do pré-candidato do PSB.

    O PT chegou a aprovar a pré-candidatura do senador Humberto Costa (PT), mas recuou em prol de um acordo nacional com o PSB, que governa o estado desde 2007, o que desagradou petistas locais.

    Durante as eleições municipais de Recife, em 2020, Arraes e seu primo, João Campos (PSB), se enfrentaram no segundo turno em uma disputa marcada pela troca de ataques entre os familiares. Campos foi eleito prefeito da capital naquele ano.

    A deputada federal, neta do ex-governador pernambucano Miguel Arraes, deixou o PSB em 2016, depois de passar a fazer oposição ao partido nas eleições de 2014.

    A CNN Brasil procurou o PSB e Marília Arraes para se posicionarem sobre a expulsão das lideranças petistas, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

    Debate

    CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

    Fotos: Os pré-candidatos ao governo de Pernambuco

    Mais Recentes da CNN