Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    PT formaliza apoio a Boulos e não terá candidato para a Prefeitura de São Paulo pela 1ª vez

    Pelo acordo, vice da chapa deverá ser do Partido dos Trabalhadores, que, pela primeira vez, ficará de fora da disputa pelo comando da capital paulista

    Anne Barbosada CNN*

    São Paulo

    O Partido dos Trabalhadores (PT) formalizou, neste sábado (5), seu apoio à pré-candidatura do deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP) para a Prefeitura de São Paulo na eleição municipal do ano que vem.

    Esta vai ser a primeira vez que o partido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficará de fora da disputa pelo comando da cidade.

    Durante conversa com a imprensa após o evento, Boulos informou que o vice ou a vice da chapa será do Partido dos Trabalhadores.

    Isso está pactuado, mas não temos pressa para tomar essa decisão. Teremos essa definição mais pra frente. Agora o momento é de construir um grande movimento por São Paulo

    Guilherme Boulos
    A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e o deputado federal Guilherme Boulos durante o anúncio do apoio petista à candidatura do parlamentar para a Prefeitura de São Paulo
    A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e o deputado federal Guilherme Boulos durante o anúncio do apoio petista à pré-candidatura do parlamentar para a Prefeitura de São Paulo / Divulgação/Leandro Paiva/Assessoria de Guilherme Boulos

    O anúncio foi feito no fim da tarde durante congresso do diretório paulistano do PT que acontece neste fim de semana na capital.

    Entre os presentes, ao lado de Boulos, estavam:

    • Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT e deputada federal
    • Fernando Haddad, ministro da Fazenda e ex-prefeito de São Paulo
    • e o deputado estadual Eduardo Suplicy

    Compromisso

    Gleisi Hoffman agradeceu a força da militância de São Paulo e disse que o partido fez um compromisso com Boulos em 2022. Disse que entende as divergências e que elas fazem parte do processo.

    Mesmo enfrentando resistências de uma ala do partido, a candidatura de Boulos contou com a apoio da legenda e também do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

    “Agradeço a toda a militância do PT e ao Presidente Lula pelo voto de confiança. Vamos juntos devolver São Paulo ao povo!”, escreveu Boulos em sua conta no Twitter, poucos minutos depois do término do evento em que o anúncio foi formalizado.

    Boulos é atualmente deputado federal pelo PSOL, e, além de ter apoiado a campanha de Lula no ano passado, participou também de sua equipe de transição após as eleições.

    Na eleição de 2022, ele desistiu de disputar o governo de São Paulo para concorrer como deputado e “ajudar a construir uma grande bancada de esquerda no Congresso”, declarou à época.

    Em 2020, Boulos foi candidato à prefeitura de São Paulo, disputada pelo PT por Jilmar Tatto. Boulos foi para o segundo turno, mas perdeu para o prefeito reeleito Bruno Covas (PSDB).

    *Publicado por Juliana Elias, da CNN