Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    “Que barbaridade”, afirma Valdemar sobre operação da PF contra Carla Zambelli

    Para presidente do PL, investigação é uma perseguição ao partido: "Não respeitam os deputados que têm imunidade"

    Presidente do PL, Valdemar Costa Neto
    Presidente do PL, Valdemar Costa Neto Reprodução CNN

    Basília Rodrigues

    O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, criticou a ação de busca e apreensão em endereços da deputada federal, Carla Zambelli (PL-SP). A Polícia Federal cumpre mandados nesta quinta-feira (2).

    Ela é acusada de participar da invasão de sistemas do Judiciário para inclusão de documentos falsos sobre o ministro Alexandre de Moraes.

    A PF também prendeu Walter Delgatti, mais conhecido como o hacker da Lava Jato, que acusa Zambelli de contratá-lo para invadir sistemas, e o próprio celular de Alexandre de Moraes.

    “Que barbaridade. Não respeitam os deputados que têm imunidade. Isso não tem como acabar bem. Invadiram a casa do ex-presidente da República. É uma perseguição contra o PL, que não entendo como o Poder Judiciário não enxerga que isso não tem como acabar bem”, disse Valdemar.