Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Randolfe e Renan representam contra Marcos do Val no Conselho de Ética do Senado

    Na representação, senadores citam a operação da PF e apontam três fatores para justificar uma eventual quebra de decoro por parte do congressista

    O senador Marcos do Val
    O senador Marcos do Val Edilson Rodrigues/Agência Senado

    Iuri Pittada CNN

    Em São Paulo

    Os senadores Randolfe Rodrigues (sem partido-AP) e Renan Calheiros (MDB-AL) protocolaram nesta sexta-feira (16) uma representação no Conselho de Ética do Senado Federal na qual pedem a cassação do mandato do senador Marcos do Val (Pode-ES).

    Do Val está sob investigação da Polícia Federal (PF) e foi alvo na quinta-feira (15) de mandados de busca e apreensão por decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

    Na representação, Randolfe e Renan citam a operação da PF e apontam três fatores para justificar uma eventual quebra de decoro por parte do congressista: a reunião em que teria discutido uma tentativa de grampear o ministro do STF; o “verdadeiro tumulto ao divulgar as informações, com diversas idas e vindas em suas infinitas versões sobre os fatos”; e a suspeita de que Do Val teria divulgado documentos sigilosos, aos quais teve acesso como membro da Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência (CCAI).

    “Em verdade, caso comprovada a violação de conduta no exercício da CCAI, resta indubitável que o representante empresta esforços não para fazer do seu mandato um caminho profícuo e honrado para a melhoria do País – como deveria ser -, mas um instrumento para lograr seus interesses escusos e criminosos”, escrevem os senadores na representação.

    “O Senador Marcos do Val parece desprezar a Constituição Federal, tornando-a uma simples folha de papel, a ser manejada de acordo com o seu bel-prazer e de acordo com seus interesses puramente egoísticos e patrimonialistas, os quais são sabidamente golpistas”, afirmam Randolfe e Renan.

    A CNN entrou em contato com o senador Marcos do Val e aguarda retorno.