Renan Calheiros quer incluir projeto contra fake news no relatório final da CPI

Senador estuda proposta com pena de dois anos para quem disseminar desinformação

Da CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O relator da CPI da Pandemia, senador Renan Calheiros (MDB-AL), quer propor no documento final um projeto de lei criminalizando a disseminação de fake news. O parlamentar estuda uma pena de até dois anos para quem cometer o ato.

De acordo com a analista de Política da CNN Renata Agostini, a ideia do parlamentar também é exigir das redes sociais formas de maior controle das contas de usuários, como um documento de identificação.

Para o parlamentar, o cenário atual favorece o aparecimento de robôs e perfis falsos nas redes.

Segundo Renan Calheiros, já há discussões sobre o tema no Congresso Nacional, mas ele pretende incluir essa sugestão no relatório final da comissão porque isso facilitaria a tramitação do projetos e permitir que ele fosse diretamente ao plenário.

O senador entende que a CPI abriu uma linha de investigação sobre disseminação de desinformação nas redes, como por exemplo sobre o uso de tratamentos ineficazes contra a Covid-19.

Mais Recentes da CNN