‘Resposta dentro da Constituição é o impeachment’, diz presidente do PDT

Partidos discutem reações após manifestações de 7 de Setembro

Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, falou sobre atos de 7 de setembro
Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, falou sobre atos de 7 de setembro CNN Brasil (8.ago.2021)

Anna Gabriela CostaLayane Serranoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia


Em entrevista à CNN nesta quarta-feira (8), o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, falou sobre a movimentação de partidos para um possível pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e destacou a ação como “resposta dentro da Constituição”.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, em discurso na manifestação de 7 de Setembro na Avenida Paulista, que não vai mais cumprir decisões do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Bolsonaro ainda afirmou que “ou esse ministro se enquadra, ou pede para sair”.

“Acho que a sociedade precisa dar um basta. A resposta dentro da Constituição é reunir todos os crimes e fazer o impeachment, queremos fazer pleiteando a democracia. Ele fez uma afronta formal, clara e direta à Constituição, os poderes são harmônicos, mas são independentes. Temos que tentar fazer uma grande articulação nacional dos democratas para que o presidente Arthur Lira tome uma decisão”, disse Lupi.

O presidente do PDT disse que ainda nesta quarta-feira irá se reunir com líderes de diversos partidos, entre eles DEM, Solidariedade, MDB, Partido Novo e outros líderes de bancada, para tentar “costurar uma ação rápida”.

“O Bolsonaro representa a minoria, ele não tem autoridade para falar em nome do povo. Queremos mostrar simplesmente que somos a maioria, vamos fazer uma apelo ao presidente da Câmara, Arthur Lira, porque ele já extrapolou todos os limites”, disse Lupi.

Mais Recentes da CNN