Rodrigo Maia vai coordenar programa de governo de Doria na disputa à Presidência

Ex-presidente da Câmara dos Deputados aceitou convite feito na terça-feira (18) e já definiu três eixos principais para construção do programa tucano

João Doria e Rodrigo Maia.
João Doria e Rodrigo Maia. Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Léo LopesBruna Macedoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, será o responsável por coordenar o programa de governo de João Doria (PSDB) na candidatura à Presidência da República.

O deputado federal licenciado aceitou o convite feito pelo governador paulista na última terça-feira (18).

“Agradeço a João Doria pelo convite. Os políticos precisam compreender que é muito importante que participemos da construção dos programas dos nossos candidatos”, declarou Maia, em nota divulgada à imprensa.

Doria disse que considera “fundamental” para fortalecer seu projeto a “experiência de Rodrigo Maia, seu brilhante desempenho como secretário de Ações Estratégicas e seu traquejo político”.

De acordo com o comunicado, que foi distribuído pela equipe de Doria, o governador e Maia já definiram três eixos principais para a construção do programa de governo tucano:

  • “Refortalecimento da democracia”;
  • “Compromisso do país com o meio ambiente”;
  • “Adoção de um novo regime fiscal”.

“Temas como desigualdade de gênero, racismo e combate a fome terão papel central na agenda liderada por Maia”, escreve o comunicado.

O deputado licenciado integra o grupo de auxiliares mais próximo de Doria. Em agosto de 2021, Maia trocou seu cargo no Legislativo pela cadeira da Secretaria de Projetos e Ações Estratégicas do governo de São Paulo.

Segundo a equipe de Doria, a atual função de Maia tem como atribuição “dar agilidade” aos projetos de privatização em curso em São Paulo, além de firmar parcerias público-privadas e promover concessões à iniciativa privada.

Candidatura de Doria

O governador de São Paulo, João Doria, venceu as prévias e foi escolhido, no dia 27 de novembro do ano passado, como candidato do PSDB para concorrer à Presidência da República nas eleições de 2022.

Doria conseguiu 53,99% de aproximadamente 30 mil votos, superando Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, com 44,66% e Arthur Virgílio, ex-prefeito de Manaus, com 1,35% após intensa e tumultuada disputa interna.

Mais Recentes da CNN