Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Secretários retomam mandatos na Câmara para tentar barrar PEC dos Precatórios

    Enquanto isso, aliados do governo tentam fazer de tudo para que aqueles que não compareceram à votação apareçam no segundo turno

    Da CNN

    Em São Paulo

    Ouvir notícia

    Quatro secretários de Estado contrários à PEC dos Precatórios estão a caminho de Brasília para retomar seus mandatos na Câmara dos Deputados e evitar que os suplentes votem a favor da proposta. A apuração é da âncora da CNN Daniela Lima.

    O suplente do deputado Márcio Jerry (PCdoB), secretário de Cidades e Desenvolvimento Urbano do Governo do Maranhão, votou a favor da PEC dos Precatórios no primeiro turno. Jerry decidiu, então, retomar o mandato para votar contra a proposta.

    O mesmo aconteceu com Rodrigo Maia (Democratas), que mesmo após se tornar secretário no estado de São Paulo, irá manter o mandato na Câmara para continuar com o voto negativo à proposta.

    Além de Jerry e Maia, outros secretários também estariam retomando o mandato para votar de forma negativa à PEC dos Precatórios, como Marcelo Calero (Cidadania) e Mauro Benevides (PDT).

    Enquanto isso, aliados do governo tentam fazer de tudo para que aqueles que não compareceram à votação e sejam a favor da PEC dos Precatórios apareçam no segundo turno.

    Uma avaliação feita pelo MDB mostra que a maioria dos dez deputados que não apareceram para votar no primeiro turno são deputados que têm crédito ou débito pessoal ou político com Arthur Lira (PP-AL) e que são alinhados diretamente com o presidente da Câmara. Segundo a avaliação, eles teriam se ausentado da votação para, de um lado, não desobedecer a orientação do partido e, de outro, não ficar contra Lira, que teria começado a pressiona-los a votar no segundo turno.

    Mais Recentes da CNN