Senador flagrado com dinheiro na cueca decide não votar na eleição para Mesa

Chico Rodrigues (DEM-RR) avisou que não retornará da licença antes da votação

Igor Gadelhada CNN

Ouvir notícia

O Senado realizará a eleição para escolher seu novo presidente e demais membros da Mesa Diretora sem pelo menos um de seus 81 integrantes. Flagrado com dinheiro na cueca, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) avisou ao comando da Casa que não retornará da licença antes para participar da votação.

À CNN, a assessoria de imprensa do parlamentar confirmou que ele só pretende retornar ao mandato a partir de 17 de fevereiro, quando vence a licença de 121 dias que tirou em outubro do ano passado, após a Polícia Federal flagrá-lo com dinheiro escondido durante uma operação em sua residência, em Boa Vista.

 

Senador Chico Rodrigues (DEM-RR)
Senador Chico Rodrigues (DEM-RR)
Foto: Jane de Araújo/Agência Senado (19.fev.2020)

Mesmo com a licença maior que 120 dias, nenhum dos dois suplentes de Rodrigues foi convocado pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), até agora. O 1º suplente do senador era seu próprio filho, Pedro Arthur. A pedido de Chico, não houve a convocação, para evitar que seu caso voltasse à pauta política.

Mais Recentes da CNN