Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Eleições 2022

    Simone Tebet deve apoiar Lula no segundo turno

    MDB planeja liberar diretórios estaduais no 2° turno da eleição presidencial

    Simone Tebet (MDB)
    Simone Tebet (MDB) Reprodução/CNN

    Tainá Farfanda CNN

    Em Brasília

    Após terminar em terceiro lugar na corrida presidencial do primeiro turno, Simone Tebet (MDB) deve declarar apoio a Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no segundo turno das eleições. O anúncio deve vir após o MDB se manifestar pela liberação dos diretórios estaduais e também da candidata, o que deve acontecer até a manhã desta quarta-feira (5).

    O acordo pela liberação tem sido costurado nos últimos dias pelo presidente nacional do partido, Baleia Rossi (SP). Tebet afirmou que só se manifestaria após decisão do partido. Baleia e Tebet estão em São Paulo e já conversaram sobre o assunto.

    Segundo fontes do MDB e da campanha, a definição está certa e as partes estão planejando os “últimos ajustes”. Ainda não ficou decidido como Tebet fará esse anúncio, se será um discurso, coletiva ou nota. A tendência é que ela fale.

    Nesta terça-feira (4), Tebet recebeu ligação de Rosângela da Silva, a Janja, esposa de Lula, e conversou com o candidato. De acordo com interlocutores da campanha, ela afirmou que iria aguardar a definição do partido antes de se manifestar.

    Também nesta terça, o Cidadania confirmou apoio à Lula e o PSDB liberou os diretórios estaduais no segundo turno das eleições presidenciais. Os dois partidos formam uma federação e apoiaram Tebet.

    No discurso após apuração dos votos, no domingo (2), a emedebista afirmou que “tem lado”, não iria se omitir e que se pronunciaria no momento certo. Ela também deu prazo de 48 horas para que os partidos se posicionassem.