Sob Bolsonaro, Baleia Rossi recebeu o dobro de emendas de Arthur Lira

Os empenhos, que são o compromisso de pagamento de recursos, também foram maiores para o deputado do MDB

Caio Junqueirada CNN

Ouvir notícia

 

O governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pagou o dobro de emendas parlamentares ao deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP) em comparação ao seu adversário na disputa pela presidência da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), candidato do Palácio do Planalto. 

Os empenhos, que são o compromisso de pagamento de recursos, também foram maiores para o deputado do MDB.

Na primeira metade de seu mandato, Bolsonaro pagou R$ 19,9 milhões a Baleia e empenhou R$ 31,3 milhões. Lira teve pagos R$ 9,1 milhões e empenhados R$ 24,8 milhões. Os dados são públicos e foram coletados no site da Câmara dos Deputados. 

Os números são bem distintos do governo de Michel Temer (MDB), quando ambos receberam valores parecidos. Somados os anos de 2017 e 2018, Temer empenhou R$ 27,2 milhões e pagou R$ 23,4 milhões a Baleia, ao passo que empenhou R$ 26,7 milhões e pagou R$ 24,6 milhões a Arthur Lira.

Procurado sobre os números, Baleia Rossi encaminhou à CNN a seguinte nota:

“Todos os pagamentos citados pela reportagem são de caráter impositivo. Não cabe ao governo escolher pagar ou não tais emendas. Nesse sentido, é errada qualquer conclusão de que o candidato da Frente Ampla foi mais atendido do que seu adversário, candidato declarado de Jair Bolsonaro. O máximo que é possível dizer é que Baleia foi mais eficiente”, disse Rossi.

Mais Recentes da CNN