Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Tebet sinaliza que aceitará Ministério do Planejamento, diz Padilha

    Segundo apurou a CNN com dirigentes do partido, a senadora aceitou abrir mão do controle dos bancos públicos desde que a iniciativa seja transferida para o Planejamento

    Reprodução/CNN Brasil (27.dez.2022)

    Gabriel FernedaGustavo Uribeda CNN em São Paulo e em Brasília

    O futuro ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, disse nesta terça-feira (27) que a senadora Simone Tebet (MDB) sinaliza que aceitará o convite do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), para comandar o Ministério do Planejamento.

    “A gente recebeu sinalização positiva”, afirmou Padilha em entrevista coletiva.

    Segundo apurou a CNN com dirigentes do partido, a senadora aceitou abrir mão do controle dos bancos públicos, desde que a iniciativa seja transferida para o Planejamento.

    A articulação tem sido conduzida na manhã desta terça-feira entre o presidente nacional do MDB, Baleia Rossi, e o futuro ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha.

    O acordo final, no entanto, só será fechado após encontro entre Simone Tebet e o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, que deve ocorrer ainda hoje.

    Lula passou a manhã em contato com dirigentes emedebistas na tentativa de chegar a um acordo para que Tebet assuma o Planejamento.

    Terceira colocada na corrida eleitoral para a Presidência da República em 2022, com 4,16% dos votos, Tebet declarou apoio a Lula durante a campanha no segundo turno.