Tebet vê centro fortalecido após saída de Moro e confirmação de Doria

Internamente, lideranças de centro apostam em chapa Tebet-Doria com apoio de Moro

Divulgação: CNN Brasil

Tainá Falcãoda CNN

Ouvir notícia

A pré-candidata à presidência pelo MDB, Simone Tebet, disse nesta sexta-feira (01) à CNN que após a desistência de Sergio Moro a fotografia da terceira via está mais clara, com o afunilamento da candidatura entre seu nome e de João Doria.

“É preciso ter tranquilidade e esperar as coisas se acertarem. O centro se fortaleceu à medida que se afunilaram os nomes que se colocavam como candidatos: Doria e Simone. Na hora certa, essas forças vão se unir numa única chapa”, disse.

Na quinta-feira (31), a senadora evitou holofotes e comentários a respeito dos movimentos de Moro e Doria.

Avaliação do MDB é de que João Doria será o nome a disputar a cabeça de chapa com Simone, e que Eduardo Leite (PSDB) só entraria no jogo com a desistência do ex-governador paulista. Por conta dos frequentes desgastes no PSDB, lideranças do MDB apostam que Simone tem, atualmente, mais condição de liderar a chapa.

Apesar de incerto, a aposta do partido de Tebet é de que Moro deverá pleitear a vaga de candidato ao Senado por São Paulo — o que foi facilitado pela mudança de partido do apresentador José Luiz Datena. Ele comunicou, nesta sexta, que saiu do União Brasil para o PSC e disputará ao Senado pelo novo partido.

A avaliação também é de que a vaga à Câmara deverá ficar com Rosângela Moro, mulher do ex-juiz e que a disputa ao Senado, contra Álvaro Dias, no Paraná, seria mais custosa. O senador foi um dos avalistas da candidatura de Moro à Presidência pelo Podemos.

Prazo para escolha

A expectativa ainda é de que, depois desta semana, com cenário mais claro, seja possível antecipar o lançamento da chapa apoiada pelo MDB, PSDB e União Brasil. O prazo estipulado é julho, mas internamente, lideranças avaliam uma definição para o final de maio.

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Mais Recentes da CNN