Tribunal de Justiça de SP rejeita recurso de Roberto Jefferson

Justiça paulista manteve ordem para que presidente do PTB indenize, por danos morais, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal

Daniela Lima

Ouvir notícia

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) rejeitou recurso apresentado pelo presidente do PTB, Roberto Jefferson, e manteve ordem para que ele indenize, por danos morais, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

Os desembargadores ainda ampliaram o valor a ser pago, estipulado agora em R$ 50 mil.

Esta não é a primeira condenação de Jefferson por espalhar informações falsas e detratoras contra o ministro. Neste caso, ele havia vinculado Moraes em entrevistas a uma organização criminosa de São Paulo.

Jefferson agora está preso preventivamente sob acusação da Procuradoria-Geral da República (PGR) de incitação a uma série de crimes e também de homofobia.

Ele não é o único político processado na esfera cível pelo ministro. O deputado Otoni de Paula também foi condenado pelo TJ-SP, em janeiro, a indenizar o ministro em R$ 70 mil.

Mais Recentes da CNN