TSE define inelegibilidade de Ricardo Coutinho, candidato em João Pessoa

O Tribunal Superior Eleitoral declarou inelegível o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB), candidato à prefeitura de João Pessoa

Ricardo Coutinho (PSB)
Ricardo Coutinho (PSB) Foto: PSB/ Reprodução

Por Gabriela Coelho,

da CNN, em Brasília

Ouvir notícia

 

O Tribunal Superior Eleitoral declarou inelegível o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB), candidato à prefeitura de João Pessoa. Por 6 votos a 1, os ministros confirmou decisão do TRE estadual que condenou ele por abuso de poder político nas eleições de 2014, quando concorreu à reeleição.

O julgamento dos três recursos foi iniciado em agosto, quando o relator, ministro Og Fernandes, ainda fazia parte do colegiado. Nesta terça, após voto-vista do ministro Luís Felipe Salomão, o TSE formou maioria para seguir o relator e concluiu que Coutinho cometeu abuso de poder político na eleição em que foi reeleito governador, em 2014. O único voto contrário foi o do ministro Sérgio Silveira Banhos.

Leia também:
Operação mira desvios nas áreas da Saúde e Educação na Paraíba

Segundo o MP, a ilegalidade foi cometida pela concessão desvirtuada de microcrédito via programa governamental, a distribuição de kits escolares contendo propaganda institucional e a prática de contratação e exoneração desproporcional de servidores comissionados em período eleitoral.

Coutinho é candidato à Prefeitura de João Pessoa na eleição de domingo (15). Em nota, os advogados do ex-governador afirmam que a decisão, embora de efeitos imediatos, não impactará a participação dele no pleito.

“A decisão proferida pelo Tribunal Superior Eleitoral nesta terça-feira não afeta candidatura de Ricardo Coutinho à prefeitura de João Pessoa nas eleições do próximo domingo, dia 15 de novembro.

O registro de candidatura de Ricardo Coutinho foi deferido pela justiça eleitoral, tendo a decisão judicial transitado em julgado no dia 27/10/2020, ou seja, essa decisão não pode mais ser cassada ou modificada, de modo que ele permanece, para todos os efeitos legais, firme como candidato a prefeito de João Pessoa”, diz a nota.

Mais Recentes da CNN