União Brasil anuncia que terá candidato próprio à Presidência

Jogada do União Brasil neste momento insere-se nas negociações com MDB e PSDB para formar um bloco nas próximas eleições

União Brasil foi criado a partir de fusão entre DEM e PSL
União Brasil foi criado a partir de fusão entre DEM e PSL Divulgação / DEM

Renata Agostinida CNN

Ouvir notícia

O União Brasil, partido que surgiu da fusão entre PSL e DEM, irá veicular nesta quinta-feira, 9, propaganda partidária anunciando que terá candidato próprio à Presidência.

A peça publicitária fala em “liberdade para apresentar ao Brasil um novo caminho”, onde “a democracia será inegociável e a liberdade econômica, uma realidade” e diz que a sigla apresentará um nome para concorrer ao Palácio do Planalto.

Antes da fusão, o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta colocou-se como o pré-candidato pelo Democratas. Luciano Bivar, ex-presidente do PSL e agora presidente do União Brasil, também acalentava o desejo de se firmar como pré-candidato.

A jogada do União Brasil neste momento insere-se nas negociações com MDB e PSDB para formar um bloco nas próximas eleições. O MDB tem a senadora Simone Tebet como pré-candidata. Já o PSDB tem o governador de São Paulo, João Doria.

A articulação para uma federação entre as siglas mostrou-se inviável, mas a costura de uma coligação ainda está em pauta. O Podemos, que lançou o ex-juiz Sergio Moro, também tem se colocado como interessado nas tratativas com o grupo.

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Mais Recentes da CNN