Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Vídeo de Moro exalta Lava Jato sem ataque direto a Lula

    Filmete biográfico também não menciona o presidente Jair Bolsonaro

    Anna Gabriela Costada CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    A âncora da CNN Daniela Lima teve acesso, nesta segunda-feira (4), ao primeiro filmete do ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) preparado pela equipe que trabalha com ele desde que Moro era candidato à Presidência da República pelo Podemos.

    O filmete traz uma apresentação de Sergio Moro desde a infância, ilustrando sua trajetória desde que ele nasceu em Maringá (PR), mostrando que era fã de gibis de super-heróis, que foi professor e que ainda muito jovem, antes dos 30 anos, tornou-se juiz federal.

    A partir de então, o vídeo passa a enaltecer a atuação de Sergio Moro no Judiciário, mostrando que ele foi atrás de suspeitos de participarem de crime organizado, mas que também se opôs a ações irregulares na política.

    O vídeo destaca a atuação de Moro com juiz auxiliar da ministra Rosa Weber, no Mensalão. O retrato que ilustra a palavra mensalão, durante a exibição do filme, é a de José Dirceu (PT).

    Não há, conforme ressalta a âncora Daniela Lima, nenhuma menção explícita ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que aparece agora, após conseguir anular suas condenações, como líder das pesquisas de intenção de votos.

    A gravação também cita que Moro foi convidado para assumir o cargo de ministro da Justiça, sem mencionar o nome do presidente Jair Bolsonaro.

    Em sua passagem pela pasta da Justiça, o filmete reitera que Moro agiu contra rebeliões e o crime organizado, mandando para prisões de segurança máxima bandidos de alta periculosidade.

    No fim, o vídeo diz que Moro tem coragem de seguir lutando por um Brasil melhor.

    Mais Recentes da CNN