Sergio Moro chama Lula e Bolsonaro de “autocratas” em publicação no Twitter

Ex-ministro se encontrou com a senadora Simone Tebet, pré-candidata do MDB à Presidência, em São Paulo

Ex-juiz Sergio Moro já enfrenta resistência em seu novo partido, o União Brasil
Ex-juiz Sergio Moro já enfrenta resistência em seu novo partido, o União Brasil Adriano Machado/Reuters

João Pedro Malarda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro (União Brasil) se referiu ao presidente Jair Bolsonaro (PL) e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como “autocratas” em uma publicação em redes sociais neste sábado (2).

Na publicação há uma foto de Moro com a senadora Simone Tebet (MDB-MS), pré-candidata à Presidência da República nas eleições de 2022. Ele afirmou que se encontrou com a política em São Paulo para falar “sobre a união do centro”.

“Democratas não podem se conformar com os autocratas Lula/Bolsonaro. Precisamos da indignação e do apoio de todos os brasileiros de bem”, disse Moro na publicação.

O ex-juiz lançou em 2021 a sua pré-candidatura à Presidência após se filiar ao Podemos. Na última quinta-feira (31), porém, ele anunciou a desfiliação do partido e mudança para o União Brasil. Ao anunciar a mudança, ele chegou a dizer que abria mão da pré-candidatura “neste momento”.

Já na sexta-feira (1º), disse que “não desistiu de nada” e que segue “firme na construção de um projeto para o país”. Uma ala do União Brasil, porém, se opõe à pré-candidatura, e ameaçou impugnar a filiação caso Moro insista na candidatura.

O União Brasil faz parte de conversas com o MDB, que tem Tebet como pré-candidata, e com o PSDB, que lançou a pré-candidatura do ex-governador de São Paulo João Doria, em busca de uma candidatura presidencial comum para as eleições.

Eleições 2022

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Veja quem são o

Mais Recentes da CNN