Sobre candidatura, Sergio Moro agora diz que “não desistiu de nada”

Ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) fez um pronunciamento nesta sexta-feira (1º) para comentar sobre a mudança de partido

Anna Gabriela Costada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Nesta sexta-feira (1º), o ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) fez um pronunciamento para comentar sobre a mudança de partido e filiação ao União Brasil. Moro afirmou que “não será candidato a deputado federal”, mas reiterou que “não desistiu de nada”.

“Preciso esclarecer a todos que eu não desisti de nada, muito menos de meu sonho de mudar o Brasil. Pelo contrário, sigo firme na construção de um projeto para o país. O Brasil está em um ano eleitoral decisivo, em qual iremos escolher que tipo de país iremos ser”, disse em pronunciamento.

Nesta quinta-feira (31), Sergio Moro desfiliou-se do Podemos, e surpreendeu dirigentes da legenda. Moro agora passa a integrar o União Brasil. Ele disse que desistiu de sua pré-candidatura à Presidência da República “neste momento”.

“Filiei-me ao União Brasil com a intenção de auxiliar a unificação do centro democrático, exigência para derrotar o populismo e o radicalismo que ameaçam a nação. Meu movimento político exigiu desprendimento e humildade. Não foi a escolha de um atalho fácil, mas de um caminho longo e árduo. Mas, reafirmo: sinto-me agora mais fortalecido, ao lado de grandes forças políticas, para avançar em minha pretensão, sabendo que ela fará parte de uma construção coletiva”, afirmou Moro.

Após oficializar a troca de legendas, Moro se queixou de como o Podemos reagiu à notícia de que ele deixaria o partido. Aos aliados, Moro tem dito que integrantes de sua campanha presidencial não receberam sequer um centavo do Podemos, conforme informações da âncora da CNN Daniela Lima.

O ex-juiz e o ex-governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), devem se encontrar neste sábado (2), em São Paulo, segundo informou o tucano à CNN.

A expectativa é de que ambos retomem diálogo, iniciado no final do ano passado, para o lançamento de uma candidatura única entre siglas de centro.

“Quero solicitar aos meus simpatizantes, dentro ou fora dos partidos, que até aqui me deram grande apoio, que continuem firmes e mobilizados. Nós vamos reforçar a luta em defesa do futuro de nosso país. Eu tenho muita fé de que, nesta jornada, nós vamos ser vitoriosos. A nossa luta está apenas começando e estou pronto para enfrentá-la”, disse Moro nesta sexta-feira.

Eleições

Em entrevista à CNN, em 10 de março deste ano, o então pré-candidato à Presidência da República declarou que “não há possibilidade de desistência das eleições de 2022″, e que estaria em todos os debates presidenciais.

“Desistir da minha candidatura seria desistir de mudar o Brasil, o que é meu sonho, e por isso coloquei meu nome à disposição da população brasileira. O que está acontecendo aqui na verdade é que muita gente tem medo da minha pré-candidatura e de me enfrentar nos debates. O que tenho a dizer para essas pessoas é que eu vou até o fim. Alguém vai ter que falar a verdade em 2022, não só em relação ao passado e presente, mas em relação ao futuro”, afirmou Moro na ocasião.

Debate

CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Mais Recentes da CNN