Brasil tem 200 casos confirmados de coronavírus, segundo Ministério da Saúde


Da CNN Brasil, em São Paulo
15 de março de 2020 às 17:39 | Atualizado 15 de março de 2020 às 19:26
Passageiros usam máscara de proteção no metrô de São Paulo

Passageiros usam máscara de proteção no metrô de São Paulo

Foto: Rahel Patrasso - 6.mar.2020/Reuters

O Brasil tem 200 casos confirmados do novo coronavírus (COVID-19), de acordo com dados atualizados pelo Ministério da Saúde no começo da noite deste domingo (15).

Há 15 estados com casos confirmados, e a maior parte das infecções está na região Sudeste. São Paulo tem 136 pacientes, seguido pelo Rio de Janeiro, com 24. Os casos paulistas aumentaram 95,3% em um só dia —eram 65 casos neste sábado (14). 

Também há infecções confirmadas no Distrito Federal (8), Rio Grande do Sul (6), Santa Catarina (6), Paraná (6), Goiás (3), Minas Gerais (2), Bahia (2), Pernambuco (2), Amazonas (1), Alagoas (1), Sergipe (1), Espírito Santo (1) e Rio Grande do Norte (1).

De acordo com o Ministério da Saúde, ainda há 1.913 casos suspeitos. Outros 1.486 já foram descartados.

Como conter a transmissão

O Ministério da Saúde sugeriu medidas mais restritivas para prevenir o contágio da nova pandemia. Entre elas, o cancelamento de grandes eventos, a redução de contato social e o isolamento de uma semana para aqueles que retornam de viagens internacionais.

Para evitar desnecessárias ao hospital, o ministério recomenda ligar para a ouvidoria do SUS (136) para tirar dúvidas. No sábado, a pasta também disponibilizou um aplicativo gratuito para Android e iOS,que reúne as orientações oficiais e oferece um questionário de autoexame para verificar a necessidade de procurar uma unidade de saúde.

É importante que os leitos dos serviços de saúde estejam livres para acolher pessoas do grupo de risco e em situações mais agravadas da doença. “Continuamos com dengue, cirurgias, acidentes. Não estamos cuidando só de novo coronavírus”, lembrou o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira.

Os principais sintomas do vírus são febre, tosse e dificuldade para respirar. Caso manifeste esses sinais e tenha retornado de viagem ou entrado em contato com algum paciente confirmado da doença, procure orientação médica.