Vacinação contra gripe tem baixa adesão entre grávidas e crianças

A campanha nacional de vacinação contra a gripe começou em 23 de março com meta de vacinar cerca de 15,4 milhões pessoas

Da CNN, em São Paulo
19 de maio de 2020 às 12:53

A campanha de vacinação contra a gripe entrou na última fase em todo o estado de São Paulo com baixa adesão entre grávidas, puérperas e crianças – até o momento a vacinação para esse grupo não passou de 20%. A meta é vacinar 3,5 milhões de pessoas desses grupos.

A terceira etapa também é destinada a adultos entre 55 e 59 anos e professores de escolas públicas e privadas. Para evitar aglomerações em tempos de pandemia da Covid-19, os postos estão fazendo esquema de drive-thru e também em salas separadas dentro das unidades.

Leia também:

SP: cidades podem decidir se antecipam feriados; litoral quer conter turismo
Apenas seis estados brasileiros estão em dia com metas da vacinação contra gripe

À CNN, o infectologista Renato Kfouri ressaltou a importância da vacina. "A recomendação de organismos internacionais, como a Organização Mundial da Saúde (OMS), e a própria Sociedade Brasileira de Pediatria é que as vacinas, de uma maneira geral, não sejam postergadas", orienta ele.

A campanha nacional de vacinação contra a gripe começou em 23 de março com meta de vacinar cerca de 15,4 milhões pessoas.

A vacinação é uma das formas de facilitar o diagnóstico dos casos suspeitos do novo coronavírus, pois a gripe e a Covid-19 têm sintomas semelhantes.
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil