Governo zera tarifa de importação de 34 remédios usados contra a Covid-19


Gabriel Passeri, da CNN em São Paulo
13 de julho de 2020 às 20:25 | Atualizado 14 de julho de 2020 às 05:44
Anvisa liberou receita especial apenas para cloroquina fornecida pelo governo

Cartelas de remédios

Foto: Marcello Casal Jr - 7.dez.2004/ABR

Mais de 30 medicamentos em estudo para o combate à Covid-19 tiveram seus impostos de importação zerados pela Câmara de Comércio Exterior (Camex). A medida foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (13) e entrará em vigor na terça (14). Dentre os 34 medicamentos, estão a ivermectina, varfarina, nitazoxanida e rivaroxabana. 

A Camex também zerou a tarifa de máquinas para produção e embalagem de máscaras, capazes de fabricar 400 unidades por minuto. Bolsas para coleta de sangue com solução anticoagulante também tiveram o imposto de importação zerado. 

Desde o início da pandemia, a Camex zerou a tarifa de 549 produtos relacionados ao enfrentamento da Covid-19. A redução é temporária e tem duração até 30 de setembro.

Leia também:

Brasil confirma 20.286 casos e 733 mortes por Covid-19 em 24 horas

Senado aprova prazo indeterminado para receita médica durante isolamento

OMS interrompe estudos com hidroxicloroquina e remédios para HIV contra Covid-19