Brasil registra segundo maior número de novos casos de Covid-19 em 24 horas


Anna Satie, da CNN, em São Paulo
23 de julho de 2020 às 19:30 | Atualizado 23 de julho de 2020 às 19:32
 
teste rápido para detecção de Covid-19

Profissional da saúde conduzindo teste rápido para detecção de Covid-19

Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo (15.jun.2020)

O Ministério da Saúde registrou nesta quinta-feira (23) 59.961 novos casos de Covid-19: o segundo maior número da pandemia, atrás somente do registrado nesta quarta-feira (22), quando 67.860 diagnósticos entraram na contagem.

Ao todo, o Brasil já confirmou 2.287.475 casos. Outras 84.082 pessoas já morreram pela doença causada pelo novo coronavírus —destas, 1.311 foram contabilizadas nas últimas 24 horas.

Ontem, o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que é inevitável a aceleração da propagação do vírus no país.

Leia também:

'Aumento na contaminação não significa aumento nas mortes', diz Pazuello

"A curva de contaminação aumentar não representa a curva de óbitos aumentar", disse. "E a curva de óbitos vem caindo. São coisas distintas. Cenário sob controle", declarou.

São Paulo segue como o estado mais afetado, com 452.007 episódios e 20.894 óbitos. Em seguida, aparecem Ceará (156.242 casos e 7.374 mortes), Rio de Janeiro (151.549 casos e 12.535 mortes) e Pará (144.467 casos e 5.616 mortes).

Boletim com evolução da Covid-19 no Brasil

Boletim com evolução da Covid-19 no Brasil em 23 de julho de 2020

Foto: Reprodução (23.jul.2020)