Correspondente Médico: Antibióticos podem causar doenças em crianças?

Neurocirurgião Fernando Gomes comentou o estudo que apontou riscos para o uso excessivo de medicamentos

Da CNN
18 de novembro de 2020 às 11:09 | Atualizado 18 de novembro de 2020 às 11:38


 

Um novo estudo, publicado no início da semana na revista "Mayo Clinic Proceedings", mostra que crianças menores de dois anos que recebem antibióticos são mais propensas a desenvolver uma série de doenças. Entre os problemas de saúde detectados estão asma, alergias alimentares, problemas de peso, obesidade, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, entre outros males.

Na edição desta quarta-feira (18) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes explicou por que o uso excessivo desses medicamentos pode afetar a saúde de crianças.

Leia também:
Estudo associa uso de antibióticos em bebês a alergias, asma e outras doenças
Correspondente Médico: Como é calculada a eficácia de vacinas contra Covid-19?
Correspondente Médico: É possível curar uma doença autoimune?

"Quando se toma antibiótico, você visa retirar um determinado germe do corpo que está provocando uma doença, por exemplo, dor de ouvido ou de garganta. Mas como efeito colateral já sabido, o próprio aparelho digestivo, que é rico em bactérias que têm a função de ajudar a absorção de nutrientes e produção de elementos importantes para nossa saúde, acaba ficando prejudicado. Esses antibióticos podem eliminar tanto as bactérias 'más', que causam doenças, mas as 'boas' também. Esse desbalanço pode abrir portas para que doenças possam se manifestar", explicou o médico.

O quadro Correspondente Médico falou sobre a relação de antibióticos e o surgimento de doenças em crianças pequenas (18.nov.2020)
Foto: CNN Brasil

(Edição: André Rigue)