Vacina contra Covid-19 diminuirá possibilidade de reinfecção, diz especialista

Segundo João Felipe Bezerra, chance de contrair a doença novamente será menor porque vamos desenvolver anticorpos do tipo IgG

da CNN, em São Paulo
10 de dezembro de 2020 às 18:04


O coordenador do Laboratório de Vigilância Molecular Aplicada da Escola Técnica de Saúde da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), João Felipe Bezerra, afirmou, em entrevista à CNN nesta quinta-feira (10), que a vacina contra o novo coronavírus provavelmente diminuirá a possibilidade de reinfecção da doença, uma vez que vamos desenvolver os anticorpos do tipo IgG.

O Ministério da Saúde confirmou nesta quinta-feira (10) o primeiro caso de reinfecção por Covid-19 no Brasil. O diagnóstico foi de uma profissional do sistema de saúde do Rio Grande do Norte.

Assista e leia também:

Diferentes 'linhagens' do novo coronavírus podem causar reinfecção, diz médica

Quer se encontrar com amigos no fim do ano? Veja o que são 'bolhas'

Governo de SP anuncia início da produção da Coronavac no Instituto Butantan

Vacinação no Rio começará por 3,5 milhões de pessoas de grupos de risco

Frasco de potencial vacina contra Covid-19
Foto: Dado Ruvic/Reuters (3.nov.2020)


“Estudos têm mostrado que nem sempre após um episódio de caso de Covid-19 a pessoa está produzindo os anticorpos IgG, que são os protetores. Então, na teoria, se você não produz o anticorpo IgG, você continua suscetível a uma nova infecção pelo Sars-CoV-2”, disse ele em entrevista à CNN.

Ainda assim, explica o especialista, somente durante a vacinação contra a doença que saberemos ao certo se estaremos protegidos de forma definitiva.

“Ao longo da vacinação vamos saber por quanto tempo a vacina vai nos proteger e se será necessário fazer uma revacinação semelhante ao que acontece com a influenza.”

(Publicado por Daniel Fernandes)