Brasil tem mais 968 mortes por Covid-19 e se aproxima dos 190 mil óbitos

O número de novos casos subiu 55.202 nesta terça-feira e o total de infectados no país desde o início da pandemia superou os 7,3 milhões

André Jankavski, da CNN, em São Paulo
22 de dezembro de 2020 às 20:00 | Atualizado 22 de dezembro de 2020 às 21:17
Leitos de UTI para Covid-19 em hospitais do interior de SP (18.dez.2020)
Foto: Reprodução/CNN

O Ministério da Saúde divulgou que o número de mortos por Covid-19 subiu em 968 nesta terça-feira (22), enquanto a quantidade de infectados aumentou em 55.202.

Desta maneira, o total de mortos no Brasil pela doença chegou a 188.259. Já o número de infectados subiu para 7.318.821, segundo o Ministério.

Leia também:
Brasil terá 170 milhões de doses de vacinas no 1º semestre, diz secretário
Pfizer e Moderna testam eficácia de vacinas contra mutação da Covid-19

Os números estão subindo nas últimas semanas em boa parte do país. Não por acaso, o estado de São Paulo, que é a região líder em casos e em mortes, decretou o retorno à fase vermelha de isolamento.

Em coletiva nesta terça, integrantes do governo de João Doria (PSDB) anunciaram que todo o estado terá fortes restrições durante Natal e Ano Novo. 

Com isso, apenas serviços essenciais poderão funcionar durante as janelas de 25, 26 e 27 de dezembro e 1, 2 e 3 de janeiro.

A vacina, por sua vez, deve demorar um pouco mais. Em fala nesta tarde, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que, na melhor das hipóteses, o começo da vacinação no país será no fim de janeiro. No pior cenário, no fim de fevereiro.