Governo espera 2 milhões de doses da vacina de Oxford em janeiro

Com a aprovação do uso da vacina pelo Reino Unido, aumentou a expectativa do Ministério da Saúde em relação ao imunizante, principal aposta do governo

Renata Agostini e Kenzô Machida, da CNN, em Brasília
30 de dezembro de 2020 às 13:39 | Atualizado 30 de dezembro de 2020 às 14:26


 
 

O governo brasileiro espera receber um primeiro lote com até dois milhões de doses da vacina de Oxford entre os dias 10 e 20 de janeiro, segundo duas fontes com conhecimento direto das tratativas.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, já informou que o Brasil conta com a chegada de até 15 milhões de doses no primeiro bimestre de 2021.

Leia e assista também

Reino Unido aprova vacina de Oxford, que será aplicada com intervalo de 3 meses

Rússia quer testar vacina Sputnik V em 5 mil brasileiros

Com a aprovação do uso da vacina pelo Reino Unido, aumentou a expectativa do Ministério da Saúde em relação ao imunizante, a principal aposta feita pelo Palácio do Planalto durante a pandemia. 

O acordo firmado neste ano com a farmacêutica Astrazeneca prevê o envio de 100 milhões de doses e a transferência da tecnologia para a fabricação do imunizante pela Fiocruz.