Registro da vacina de Oxford pode chegar mais cedo, diz presidente da Fiocruz

Anvisa pode conceder uso emergencial da vacina Oxford/AstraZeneca antes do prazo de 10 dias de análise

Da CNN, em São Paulo
09 de janeiro de 2021 às 19:58


A presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Nísia Trindade, afirmou que a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) pode conceder o uso emergencial da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford antes do prazo de 10 dias de análise do pedido.

Leia também

Anvisa diz que faltam dados para análise de uso emergencial da Coronavac

Governo planeja distribuir vacina do Butantan a todos os estados ao mesmo tempo

Melatonina produzida no pulmão pode conter agravamento da Covid-19

"É possível que se consiga a avaliação em menos tempo, porque a Fiocruz vinha trabalhando no processo de submissão contínua para o registro", disse Trindade em entrevista à CNN.

"Estamos com uma expectativa muito favorável pela autorização devido à consistência dos dados apresentados do imunizante."

Vacina contra Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford e a AstraZeneca
Vacina contra Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca
Foto: Dado Ruvic - 09.nov.2020 / Reuters