Situação da saúde pública em RO é mais delicada que no AM, diz presidente da FNP

Após os casos do Amazonas e Rondônia, o presidente da Frente Nacional dos Prefeitos fez um alerta para toda a região Norte do Brasil

Lucas Janone, da CNN, no Rio de Janeiro
27 de janeiro de 2021 às 19:54
Pacientes de Covid-19 em hospital de Rondônia
Pacientes de Covid-19 em hospital de Rondônia
Foto: Daiane Mendonça/Governo de Rondônia (7.ago.2020)

O presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Jonas Donizette, afirmou, nesta quarta-feira (27), que o colapso da saúde pública em Rondônia consegue ser mais preocupante do que a falta de oxigênio no estado do Amazonas. A declaração foi dada em entrevista à CNN Rádio.  

“O oxigênio você pode aumentar a produção, encontrar novos fornecedores. Em Rondônia existem leitos disponíveis, mas não tem profissionais de saúde. É uma situação mais complicada.”, disse Donizette. 

Após os casos do Amazonas e Rondônia, o presidente da Frente Nacional dos Prefeitos fez um alerta para toda a região Norte do Brasil. 

“Eu vejo uma preocupação, principalmente, na região Norte do país. O município que fica distante das grandes metrópoles tende a sofrer mais”, concluiu. 

O estado do Amazonas tem a maior taxa de mortalidade por Covid-19 no Brasil. Já Rondônia registrou 22 mortes e mais 1.239 casos de Covid só nesta terça-feira (26).