Pazuello oferece aviões da FAB para transporte de pacientes com Covid-19 do Acre

Deputados do Acre também pediram que o estado seja priorizado com as próximas doses de vacina contra o novo coronavírus que chegarem ao país

Leandro Resende
Por Leandro Resende, CNN  
11 de fevereiro de 2021 às 19:58 | Atualizado 11 de fevereiro de 2021 às 20:05
O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello
Pazuello se reuniu com a bancada de deputados federais do Acre
Foto: Adriano Machado/Reuters (9.jun.2020)

Durante reunião com a bancada de deputados federais do Acre, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, ofereceu aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) para auxiliar no transporte de pacientes em estado grave para outros estados. O Acre não tem mais leitos de UTI para pacientes com o novo coronavírus, vive uma explosão de casos de dengue e registra falta de médicos. 

O deputado federal Alan Rick (DEM-AC) afirmou à CNN que a bancada pediu a Pazuello que sejam abertos mais 60 leitos de UTI no estado e que fossem tomadas medidas para conter o avanço da Covid-19 no estado. 

O parlamentar afirmou que a falta de médicos é um dos principais problemas no estado. “Temos um colapso no atendimento e pedi para que seja publicado de forma urgente um edital que possibilite a contratação de médicos, inclusive os brasileiros formados em instituições estrangeiras”, afirmou Rick. A promessa de Pazuello foi de publicar o edital ainda neste mês. 

Os deputados do Acre também pediram que o estado seja priorizado com as próximas doses de vacina contra o novo coronavírus que chegarem ao país. 

“A vacinação está lenta e o sistema de saúde não aguenta mais”, afirmou Alan Rick, que não ouviu de Pazuello nenhuma previsão concreta de quando novas doses de vacina devem ser distribuídas aos estados.

O governo do Acre informou à CNN que ainda não há plano fechado para a transferência de pacientes com o novo coronavírus para outros estados. O estado afirmou, ainda, que está vacinando idosos acima de 90 anos.