Ministério da Saúde espera receber 2,8 milhões de doses da Coronavac até domingo

Pasta prevê que vacinas comecem a ser distribuídas na primeira semana de março

Anna Satie, da CNN em São Paulo
26 de fevereiro de 2021 às 17:45 | Atualizado 26 de fevereiro de 2021 às 19:56

O Ministério da Saúde comunicou nesta sexta-feira (26) que espera receber do Instituto Butantan um lote com 2,7 milhões de doses da Coronavac até domingo (28). 

A previsão da pasta é que essas vacinas comecem a ser distribuídas na primeira semana de março, seguindo a divisão proposta no Plano Nacional de Imunização. 

O Ministério disse ainda que, além da vacina do Butantan, conta com o recebimento de 19,5 milhões de doses da vacina AstraZeneca/Oxford neste mês que está por vir. Dessas, 12,9 milhões seriam produzidas pela Fiocruz; 4 milhões, importadas, e 2,6 milhões da primeira leva de imunizantes do consórcio Covax Facility

Frascos com a vacina CoronaVac
Frascos com a vacina CoronaVac
Foto: Amanda Perobelli/Reuters (22.jan.2021)

Mais cedo, a pasta informou ter assinado um contrato com o laboratório Precisa para adquirir 20 milhões de doses da vacina Covaxin entre março e maio deste ano. Entretanto, esse imunizante não tem registro definitvo ou autorização de uso emergencial pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) até o momento. 

Até esta sexta, ao menos 6,3 milhões de brasileiros já haviam recebido a primeira dose da vacina contra Covid-19, de acordo com levantamento feito pela CNN com dados fornecidos pelas secretarias estaduais de saúde. Isso equivale a pouco menos de 3% da população total do país.