Amazonas vai comprar 1 milhão de doses da vacina Sputnik

Doses estão previstas para chegar entre abril e julho, segundo governador Wilson Lima

Da CNN
22 de março de 2021 às 22:33 | Atualizado 22 de março de 2021 às 22:51

 
O governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou, na noite desta segunda-feira (22), que assinou um contrato para a compra de um milhão de doses da vacina russa Sputnik. De acordo com o governador, as doses devem chegar ao país entre abril e julho. O imunizante russo ainda não tem liberação para uso no Brasil.

"Acabo de assinar o contrato para compra de 1 milhão de vacinas Sputnik V para o AM, por meio do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal. Hoje somos o estado que mais vacina no Brasil e estamos trabalhando para avançar ainda mais. Vamos vacinar!", escreveu o governador em sua conta no Twitter.

De acordo com o governador, a compra foi efetivada por meio do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal.

"As doses estão previstas para chegar entre abril e julho e a aquisição foi alinhada com o Ministério da Saúde, pelo Programa Nacional de Imunização (PNI)", afirmou Wilson Lima. 

Aval da Anvisa

A vacina Sputnik V, imunizante produzido pelo Instituto Gamaleya, ainda não possui liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso no Brasil.

Na última sexta-feira (19), a Anvisa informou que ainda faltam documentos complementares para análise do uso emergencial da Sputnik V e deu prazo até 16 de maio para o recebimento dessas informações. 

"Nessa data termina o prazo de 120 dias para cumprimento de exigências, conforme determina a Resolução RDC n° 204/2005, alterada pela resolução RDC n° 23/2015", disse a agência em nota.