Governo diz que garantirá 15 dias de estoque do kit intubação para estados

Os remédios começaram a ser enviados nesta terça-feira (23) e estarão nos hospitais em até 72 horas, segundo o Ministério da Saúde

Renata Agostini
Por Renata Agostini, CNN  
24 de março de 2021 às 14:48 | Atualizado 24 de março de 2021 às 15:31

 O Ministério da Saúde afirma que garantirá 15 dias de estoque de medicamentos do kit intubação aos estados. Os remédios começaram a ser enviados nesta terça-feira (23) e estarão nos hospitais em até 72 horas, segundo informou à CNN o secretário de atenção especializada do Ministério da Saúde, Luiz Otavio Franco Duarte.

O reforço nos estoques foi possível após a pasta negociar com três grandes farmacêuticas nos últimos dias: União Química, Eurofarma e Cristália. O governo conseguiu com essas tratativas o fornecimento de quase 2,9 milhões de unidades de medicamentos, de acordo com o Ministério da Saúde.

“O Brasil respira por 15 dias", disse o secretário. "Garantimos a eles 15 dias respirando. Tem estado que tem 15 dias de estoque, aí vai ficar com 30 dias no total. Outro estado tem hoje cinco dias e ficará, então, com 20 dias de estoque. O gestor do território é o secretário de estado. O Ministério da Saúde está apoiando junto à indústria um esforço nacional para que a gente possa manter 15 dias no mínimo”, afirmou o secretário Franco Duarte.

Governo garantiu que fornecerá insumos para intubação de pacientes de Covid-19
Foto: Danilo M Yoshioka/Futurapress/Estadão Conteúdo (19.mar.2021)

Segundo ele, a ideia é que esse fornecimento garanta o abastecimento enquanto o governo busca contatos no exterior para aumentar a importação.

O plano do governo federal é, então, fazer uma “reserva técnica” a partir disso para “auxiliar pontualmente” os estados, disse o secretário.