Ministério da Saúde recua e descarta mudança no registro de mortes por Covid-19

Após críticas de diversos setores da área da saúde, mudanças propostas pela pasta foram canceladas

Da CNN, em São Paulo
24 de março de 2021 às 18:18

O Ministério da Saúde modificou na última terça-feira (23) a forma de registro de óbitos por Covid-19 em seu sistema, o que tornou o processo mais lento e burocrático e dificultou o registro de mortes. Após críticas de diversos setores da área da saúde, porém, a mudança foi cancelada, segundo nota oficial da pasta.

Para o registro no sistema do Ministério da Saúde foi estabelecida a necessidade de informar o CPF, o número do cartão SUS e uma série de outras informações obrigatórias que, segundo os técnicos da saúde, iriam atrasar a contagem de óbitos no Brasil.

Segundo o pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Marcelo Gomes, “a mudança é até bem-vinda, mas, no momento em que o sistema está extremamente pressionado, com profissionais tendo que preencher muitos registros de óbitos todos os dias, mudar a forma do registro poderia causar problemas.”

Foto: Divulgação

(Publicado por Daniel Fernandes)