Vacina da Pfizer pode estar pronta para adolescentes ainda este ano nos EUA

Faixa etária de 12 a 15 anos seria a próxima contemplada na imunização da Pfizer

Por Lauren Mascarenhas, da CNN
25 de março de 2021 às 23:51 | Atualizado 25 de março de 2021 às 23:53
Novo estudo em Israel mostra 75% de eficácia da vacina da Pfizer contra Covid
Novo estudo em Israel mostra 75% de eficácia da vacina da Pfizer contra a Covid-19 (20.fev.2021)
Foto: Reprodução / CNN

A vacina Pfizer-BioNTech Covid-19 pode estar pronta para jovens de 12 a 15 anos no início do próximo ano letivo (que ocorre em setembro, nos Estaod Unidos), disse o Dr. William Gruber, vice-presidente sênior de pesquisa e desenvolvimento clínico de vacinas da Pfizer, nesta quinta-feira (25).

A Pfizer diz que avaliou sua vacina em 2.259 crianças entre 12 e 15 anos de idade e planeja compartilhar dados de segurança e eficácia em breve.

“Nosso objetivo é enviar essas informações ao FDA o mais rápido possível”, disse Gruber à NBC. “Se tudo correr conforme o planejado, a vacina para crianças de 12 a 15 anos pode estar pronta no início do próximo ano letivo.”

Toda a população poderia se beneficiar com a vacinação de crianças em idade escolar, observou Gruber.

“Acho que adicionar a população em idade escolar, com base nas recomendações do FDA e do CDC, pode ajudar muito a alcançar a proteção do rebanho”, disse ele.

Gruber explicou o que esses testes visam encontrar.

“Acho que precisamos ver qual é a resposta imune, em suma, é, especificamente, a quantidade de anticorpos que eles produzem que podem matar o vírus. É comparável ao que vemos em adultos? ” ele disse. “Se for assim, acho que temos motivos para ter grande confiança de que a vacina provavelmente protegerá as crianças tão bem quanto os adultos”.

Gruber observou que a Pfizer também visa garantir que as crianças não tenham efeitos colaterais da vacina mais extremos do que os observados em adultos.

Texto traduzido, leia original em inglês aqui