Vacinas para testes 1 e 2 da Butanvac estão prontas, diz diretor do Butantan

Técnica produtiva da Butanvac é 90% igual ao processo de produção do imunizante é igual ao da vacina de Influenza segundo o diretor

Produzido por Juliana Alves e Renata Souza, da CNN em São Paulo
26 de março de 2021 às 17:14 | Atualizado 26 de março de 2021 às 17:16

O Instituto Butantan já tem todas as doses da Butanvac que serão necessárias para os testes do imunizante no país, afirmou à CNN o diretor de produção da entidade, Ricardo Oliveira. O Butantan desenvolveu uma vacina brasileira contra a Covid-19 e já entrou com o pedido para testes clínicos na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Foi submetida nesta sexta-feira (26) a documentação para que a Anvisa libere os testes clínicos da vacina e a resposta deve vir até semana que vem. Os produtos para as fases 1 e 2 dos testes clínicos já estão prontos. Liberado pela Anvisa, vamos começar os estudos,” disse o diretor do Butantan.

Questionado sobre como ficaria a linha de produção do instituto com a Coronavac e a Butanvac, Oliveira admite que é possível que exista um gargalo no envase dos produtos, e que pode recorrer a outros laboratórios farmacêuticos para esta etapa da produção.

“Existe a possibilidade de ter gargalo na hora do envase das duas vacinas, mas estamos nos antecipando e buscando parceiros nacionais que possam envasar os produtos. São indústrias farmacêuticas que já tem capacidade de realizar esta ação e se for preciso vamos recorrer a eles.”

Sobre a técnica produtiva da Butanvac, o diretor do Butantan ressaltou que 90% do processo de produção do imunizante é igual ao da vacina de Influenza, o que garante que estruturas já existentes do instituto podem ser usadas para produzir o imunizante contra a Covid-19.

Butanvac Instituto Butantan
O governo do estado de São Paulo anunciou a criação da Butanvac, vacina contra a Covid-19 desenvolvida integralmente pelo Instituto Butantan
Foto: LECO VIANA/THENEWS2/ESTADÃO CONTEÚDO