Índia registra menor aumento de casos diários de Covid-19 desde 14 de abril

Segundo as autoridades, o país registrou pouco mais de 196 mil novas infecções por Covid-19 nas últimas 24 horas

Reuters
25 de maio de 2021 às 07:52
Índia vive uma das crises mais agudas da Covid-19 no mundo
Índia vive uma das crises mais agudas da Covid-19 no mundo
Foto: Getty Images

A Índia registrou na terça-feira (25) 196.427 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, que representa o menor aumento diário em infecções desde 14 de abril. As mortes pela doença, no entanto, aumentaram – 3.511 óbitos nas últimas 24 horas.

No total, o país tem agora 26,95 milhões de casos de Covid-19, enquanto o total de mortes é de 307.231, de acordo com dados do Ministério da Saúde da Índia.

Uma análise feita pelas autoridades de saúde do país também detectaram que a variante encontrada na Índia é a cepa dominante no país.

Das 25.739 amostras positivas de Covid-19 sequenciadas, a variante B.1.617 foi encontrada em 5.261 delas, tornando-a "a mutação mais comum detectada até agora", disse o Ministério da Saúde e Bem-Estar da Família da Índia em um comunicado emitido nesta segunda-feira (24).

Junto aos esforços para o combate à pandemia, a Índia também enfrenta uma variedade de infecções do "fungo negro" – uma doença rara e potencialmente mortal chamada mucormicose.

Muitos dos infectados com o "fungo negro" são pacientes com coronavírus ou aqueles que se recuperaram recentemente do Covid-19, o que significa que seus sistemas imunológicos foram enfraquecidos pelo vírus.

Com base na análise de 5.424 casos de fungo preto relatados no país, 4.556 casos tinham histórico de infecções por Covid-19.

(Reportagem de Anuron Kumar Mitra, em Bengaluru; Edição de Christian Schmollinger)