Saúde anuncia vacinação da população entre 18 e 59 anos junto com prioritários

Decisão de iniciar a vacinação da população em geral decorre de uma demanda diminuída de grupos prioritários elencados no plano de imunização

Reuters
28 de maio de 2021 às 15:29 | Atualizado 28 de maio de 2021 às 15:37
Vacinação contra Covid-19 na quadra do Cacique de Ramos, no Rio de Janeiro
Vacinação contra Covid-19 na quadra do Cacique de Ramos, no Rio de Janeiro
Foto: Alexandre Silva/Fotoarena/Estadão Conteúdo (9.abr.2021)

O Ministério da Saúde anunciou nesta sexta-feira (28) o início da vacinação contra Covid-19 da população com idades entre 18 e 59 anos, em ordem decrescente de idade.

As novas diretrizes do Plano Nacional de Imunização (PNI) vão ser detalhadas em entrevista nesta tarde por integrantes do ministério.

A decisão de iniciar a vacinação da população em geral, segundo a pasta, decorre de uma demanda diminuída de grupos prioritários elencados no plano de imunização.

A pasta vai continuar a vacinação de grupos prioritários ao mesmo tempo que ampliará a imunização para a maior parte da população.

"Porém de maneira concomitante, será iniciada a vacinação da população geral (18 a 59 anos), de maneira escalonada e por faixas etárias decrescentes, até o atendimento total da população brasileira acima de 18 anos", disse a nota técnica do ministério.

"Portanto, deve-se manter a vacinação dos grupos prioritários, conforme previsto no PNO e Estados e Municípios que não apresentam demanda ou tenham demanda diminuída para vacinação dos grupos com maior vulnerabilidade e trabalhadores de educação, poderão pactuar em Comissão Intergestores Biparte a adoção imediata da estratégia de vacinação segundo a faixa etária em ordem decrescente de idade garantindo o percentual para continuidade da vacinação dos demais grupos prioritários", destacou o documento.