Médico: Procedimentos endoscópicos ou cirurgia podem tratar obstrução intestinal

No quadro Correspondente Médico, dr. Fernando Gomes falou sobre possíveis tratamentos para a doença de Bolsonaro; presidente segue internado em SP

Da CNN, em São Paulo
15 de julho de 2021 às 08:47 | Atualizado 15 de julho de 2021 às 09:23

Na edição desta quinta-feira (15) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes explicou os possíveis tratamentos para a obstrução intestinal.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sentiu fortes dores abdominais ontem e procurou o Hospital das Forças Armadas, em Brasília. Depois, foi transferido para São Paulo a pedido do médico que o acompanha e seguirá internado para "tratamento clínico conservador", segundo o boletim médico.

Gomes explicou quais são os principais sintomas da obstrução intestinal, listados pela Sociedade Brasileira de Coloproctologia:

  • Dores abdominais;
  • Náuseas e vômitos;
  • Parada na eliminação de gases e fezes;
  • Distensão abdominal

"Existe um trabalho natural do aparelho digestivo chamado peristáltico, que é o movimento coordenado das alças intestinais que faz com que todo o bolo alimentar seja progredido de forma natural até a formação do bolo fecal", explicou o neurocirurgião. "Se existe uma obstrução, existe o risco desse trânsito não funcionar de forma adequada, podendo trazer prejuízo grave pra saúde."

Tratamento

Fernando Gomes destacou que, em casos de agravamento da obstrução intestinal, há a possibilidade de perfuração das alças. "Isso pode levar até à infecção da cavidade abdominal -- ou seja, peritonite, algo extremamente grave que pode evoluir para óbito."

Para o tratamento, o médico disse que a realização de procedimentos endoscópicos e o uso de medicamentos estão entre as opções.

"Mas, em alguns casos, é necessário intervenção cirúrgica para que o trânsito intestinal seja naturalmente devolvido para a o indivíduo e para evitar complicações mais graves que pode acontecer."

No quadro Correspondente Médico, Fernando Gomes explicou obstrução intestinal e possíveis complicações
Foto: CNN Brasil (15.jul.2021)