Brasil tem 15.271 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 h, menor índice de 2021

País registrou 542 óbitos pelo novo coronavírus nesta segunda-feira (19), menor número desde fevereiro

Anna Gabriela Costa, da CNN, em São Paulo
19 de julho de 2021 às 18:11 | Atualizado 19 de julho de 2021 às 18:13
Leitos de UTI e enfermaria para Covid-19 em hospitais do interior de SP (18.dez.
Leitos de UTI e enfermaria para Covid-19 em hospitais do interior de SP (18.dez.2020)
Foto: Reprodução/CNN

Nesta segunda-feira (19) o Brasil registrou 542 mortes e 15.271 novos casos de Covid-19, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários (Conass) referentes às últimas 24 horas.

Este é o menor número de novos casos da doença em 24 horas, registrado neste ano. O último apontamento abaixo do apresentado nesta segunda-feira foi em 16 de novembro de 2020, quando o país teve 13.371 novos casos de Covid-19.

Com a atualização dos números da pandemia, o país passa a ter 542.756 óbitos e 19.391.845 de infecções pelo novo coronavírus.

A média móvel de mortes está em 1.218 nesta segunda-feira, e vem apresentando queda desde meados de junho. O índice representa o balanço de mortes dos últimos sete dias. 

Seis estados brasileiros já ultrapassaram a marca de 1 milhão de contaminados pelo vírus: São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. O estado do Rio de Janeiro se aproxima da marca, com 999.906 contaminados.

SP terá nova campanha de vacinação em janeiro de 2022

O Estado de São Paulo vai iniciar uma nova campanha de vacinação contra Covid-19 em 17 de janeiro do ano que vem, um ano após a primeira aplicação de um imunizante contra a doença no Brasil, disse nesta segunda-feira (19) o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn. 

"Essa nova fase para a imunização contra a Covid irá se iniciar no dia 17 de janeiro do ano que vem, que foi exatamente o primeiro dia que nós vacinamos o primeiro brasileiro aqui de São Paulo, Monica Calazans", afirmou ele, citando o nome da enfermeira que recebeu a primeira aplicação de uma vacina contra a Covid no Brasil em janeiro deste ano.