Agência dos EUA diz que vacina da Johnson cumpre requisitos para uso emergencial

Eficácia do imunizante de dose única foi de 66,9% 14 dias depois da aplicação

da CNN*

Ouvir notícia

Em análise divulgada nesta quarta-feira (24), a Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA, na sigla em inglês), a agência reguladora dos Estados Unidos, disse que a vacina da Johnson & Johnson contra Covid-19 cumpre os requisitos para a autorização de uso emergencial. 

A eficácia da vacina da Johnson contra casos moderados a severos da Covid-19 em todos os locais onde aconteceram os testes clínicos foi de 66,9% após 14 dias, de acordo com uma análise enviada ao Comitê de Aconselhamento de Vacinas e Produtos Biológicos Relacionados do FDA.

Johnson & Johnson testa vacina contra o coronavírus
Johnson & Johnson testa vacina contra o coronavírus
Foto: Dado Ruvic/Reuters

“Não há riscos específicos de segurança identificados nas análises de subgrupos por idade, raça, etnia, comorbidades ou infecção anterior pelo novo coronavírus”, disse a análise. 

No documento, o FDA diz que revisou os dados e determinou que eles são “consistentes com as recomedações estabelecidas pelas diretrizes do uso emergecial para vacinas contra Covid-19”. 

A vacina da Johnson é de dose única e está conduzindo a fase 3 dos testes clínicos no Brasil.  

(*Com informações de Jen Christensen, da CNN Internacional)

Mais Recentes da CNN