Apenas 13,5% das gestantes e puérperas se imunizaram contra Covid-19

Secretaria Municipal de Saúde está antecipando a 2ª dose da Pfizer para este grupo

Iara Maggionida CNN

em Curitiba

Ouvir notícia

A baixa adesão de grávidas e mães de recém-nascidos à campanha de vacinação contra a Covid-19 tem preocupado as autoridades sanitárias pelo país. Segundo o Data SUS, somente 13,5% deste grupo está totalmente imunizado.

A fim de reverter o quadro, em Curitiba, a Secretaria Municipal de Saúde está convocando gestantes para a antecipação da segunda dose da vacina da Pfizer. A expectativa da prefeitura é antecipar a vacinação de cerca de 1.400 mulheres grávidas ou puérperas.

De acordo com o Observatório Obstétrico, a imunização de gestantes e puérperas é insuficiente, uma vez que 3,1 milhões de mulheres, nestas condições, estariam aptas a se imunizar. Deste grupo, 1,3 milhão tomaram a vacina contra a Covid-19, pouco mais de um terço.

É urgente que a vacinação aconteça, porque o número de morte deste grupo segue alto. Dados levantados pelo Observatório mostra que 1.869 mulheres grávidas, ou que deram à luz recentemente, morreram de Covid-19 no Brasil desde 2020. Somente em 2021, foram 1.409 mortes.

Mais Recentes da CNN