Assintomáticos também precisam de acompanhamento médico, diz cardiologista

Roberto Kalil, cardiologista e apresentador da CNN, acredita que 50% das pessoas infectadas terão algum tipo de sequela

Artur Nicocelida CNN

São Paulo

Ouvir notícia

Após serem diagnosticados com Covid-19, muitas pessoas têm sintomas relacionados ao coração e aos pulmões. Porém, o que não se esperava é que esses sintomas continuassem depois de meses. Roberto Kalil, cardiologista e apresentador da CNN, afirma que mesmo após meses da doença, é possível desenvolver problemas cardíacos. “Por isso, tanto pessoas sintomáticas quanto assintomáticas precisam de acompanhamento médico”.

O especialista destaca que mesmo após três meses, ainda é possível ter um infarto, AVC, arritmia cardíaca ou até uma embolia pulmonar. Kalil cita estudos que mostram que aproximadamente 50% das pessoas infectadas terão algum tipo de sequela.

Problemas como ansiedade e depressão, além de outros impactos na cognição, também podem aparecer no ‘pós-covid’.

Kalil diz que desde os primeiros casos de Covid-19 já existem sintomas desenvolvidos no longo prazo. “E, dessa forma, a nossa única arma contra esses problemas é a vacina”.

“O brasileiro tem a cultura da vacinação, e devemos continuar”.

Mais Recentes da CNN